Sustentabilidade do Planeta – será que vai existir mesmo?

Sustentabilidade! Eitaaaaa palavrinha que precisamos aprender a praticar.

Caso contrário sofreremos sempre aquela sensação de indignação diante de algo que não concordamos em fazer, falar, ouvir ou aceitar?

É preciso estar  consciente e  lúcido.
É preciso aquela atitude que identifica você como  parte de uma minoria invisível.

Mas mesmo assim, você vai lá e faz porque sabe que pode fazer a diferença e servir de exemplo para algo ou alguém? Isso se chama Responsabilidade.

Agora junte as duas: Consciência e Responsabilidade diante de várias situações que precisam ser mudadas e você verá surgir a palavra Sustentabilidade em ação.

Sustentabilidade: uma questão de consciência e responsabilidade.

Consciência e responsabilidade, nos induz a atitudes e posicionamentos que podem transformar determinadas situações.

Pode ainda  servir de modelo para que outras pessoas adotem como referência de comportamento e para que o que precisa ser transformado aconteça.

Não estamos presenciando a desaceleração da produção de produtos químicos tóxicos e nocivos por parte das empresas e indústrias.

Mas estamos promovendo e construindo meios para não nos tornarmos mais um elo da cadeia destrutiva de nossa saúde, do meio ambiente e da biodiversidade da vida no planeta.

Estamos acordando para que nos tornemos consumidores conscientes, responsáveis e sustentáveis.
Nesse sentido , quem não gostaria de ser considerado um consumidor sustentável?

Consumidor sustentável existe?

_Como seria isso?
_Como alcançar esse status e servir de modelo para muitos e poder mudar muitas coisas para melhorar a qualidade de vida no planeta?
_Como seria o comportamento de um CONSUMIDOR CONSCIENTE, RESPONSÁVEL e SUSTENTÁVEL ?

Vamos refletir por parte – como diria o marceneiro.

Refletindo se você é um consumidor sustentável?

Veja o quadro abaixo e responda as perguntas para você mesmo.

Seja sincero, afinal só a você interessa as respostas e as mudanças que precisam ser feitas.
Não se dê nota, nem se desqualifique.

Você não é o culpado e nem o produtor desses produtos nocivos.

Apenas reflita sobre qual seu grau de conhecimento, consciência e responsabilidade para a sustentabilidade da sua própria vida, para a vida de outros seres vivos da natureza e a existência desse planeta.

Temos três temas e um quadro de perguntas e respostas que vão te servir de guia para sua auto reflexão: Se alimentando, se vestindo e se relacionando. Vamos começar?

Sustentabilidade se Alimentando

Para estar vivo e com saúde , você precisa se alimentar e se nutrir. Mas se alimentar e se nutrir , não significa se encher de comida gostosa que apenas preenche aquele enorme buraco no seu estômago, e que não leva nada de nutritivo para suas células e sangue e ainda vai te matando em vez de matar sua fome. Será interessante você se informar sobre que tipo de comida está mandando para dentro . Ou ela vai te mandar para outra dimensão quando menos você esperar.

Responda Sim ,  Não ou  Não sei o que é

science-and-medical-background-100363106
1Você conhece produtos Trans e Não Trans?
2Você conhece os selos que atestam produtos orgânicos?.
3Você conhece as empresas que comercializam  produtos Trans?
4Você conhece os ingredientes químicos que estão nos alimentos que você consome?
5Você sabe quais alimentos te fazem mal?
6 Você tem o hábito de ler rótulos das embalagens?
7Você conhece os produtos químicos mais usados nos alimentos industrializados?
8Você conhece a diferença entre natural, integral, light, diet, sem gluten , sem lactose, etc . ?

Sustentabilidade se Vestindo

Para conviver em tribo, sociedade ou comunidade você precisa se vestir e se calçar. Pode ficar nú se quizer, mas aconselho verificar a legislação da geografia onde você se encontra ou do contrário poderá ser preso por atentado ao pudor; ser encarcerado em algum hospital psiquiátrico ou enviado para alguma tribo no miolo da Amazônia.

Mas se você se veste com grife (righ class, middle class or popular) e seja qual for seu estilo : clássico, casual, hippie, fitness – você deve procurar se informar sobre quem está produzindo suas roupas e com qual griffie você se identifica.

As indústrias texteis não sustentáveis

Saiba que inúmeras dessas indústrias textéis usam trabalho escravo infantil, submetem trabalhadores a condições inumanas de produção, praticam cárcere privado retendo passaportes, e outras atrocidades.

Se você não sabia, agora tenha certeza que grandes e mega multinacionais de calçados e roupas sociais e de esportes são mega impérios construidos a base da exploração ilegal.

O melhor é ter um comportamento questionador, acessar o Pai Google e localizar quais empresas e indústrias estão adotando tais estratégias hediondas.

O conselho é : se afaste, não compre mais ou procure um produto substituto para não continuar contribuindo para o progresso de alguns em detrimento da exploração de outros.

Coragem! meta as caras e questiona mesmo.

Responda  Sim, Não ou Mais ou menos

1+fashrev_cartaz_consumo_consciente_moda
1 Você conhece o fabricante de sua marca?
2 Você usa roupas até o desgaste total?
3 Você doa roupas que não quer mais?
4 Você guarda roupas mesmo que não sirvam?
5 Você reforma roupas?
6 Você tinge suas roupas ?
7 Você troca com amigos (as) o que você não usa mais?
8 Você usa algodão?
9 Você conhece os tecidos sintéticos
10Você se pergunta se precisa daquelea roupa, se é necessária ou se ela é essencial antes de comprar?

Sustentabilidade Se relacionando

Para se relacionar com o local onde se vive, precisamos prestar muita atenção para o que gira e rola no entorno.
Se chove, se faz sol, se tem rio, mar, árvore – se tem transporte, farmácia, supermercado, comida, lojas – se está perto de penhascos, buracos, etc.

Tudo isso para você se localizar e se proteger dos potenciais perigos e necessidades que irão surgir.
Ainda existem regras, normas para que a convivência em grupo, em comunicade, tribo, sociedade – seja lá onde for- todos precisamos ter os direitos de cada um preservado e a felicidade , não geral da nação, mas de quase toda a nação promovida.Isso se chama CONVIVêNCIA.

No entanto , neste atual momento , o bicho chamado HOMEM ainda se comporta como se não fosse morrer nunca, como se o único planeta do universo fosse a terra e os recursos essenciais da vida fossem inesgotáveis.

Sustentabilidade na agricultura

Ele praticamente engana a si mesmo quando extorque dinheiro do próximo, rega com agrotóxicos a terra , dilui metal pesado , químicos e pesticidas nas águas dos rios e do mar , e polui com nuvens de fumaça tóxica o ar.

Como se não bastasse, produzem toneladas de material plástico para embalar alimentos e induzem a geração de montanhas de lixo não degradável e sem reutilização imediata.

Isso, infelizmente acontece com considerável agressividade em nossa dita “sociedade moderna” e gera muito mais problema do que solução.

Estamos vivendo a era da maior necessidade de mudança de paradigma que já aconteceu na história das civilizações. Mas isso é um outro papo para um outro tema.

O que queremos chamar a atenção no nosso momento atual é o da convivência saudável e sustentável para conosco, para com o próximo e para com a biodiversidade do planeta.

Então vamos dar o primeiro passo e fazer algumas reflexões.

Sustentabilidade com o lixo que você gera .

Responda Sim,  Não ou  Mais ou Menos

sacolas-plasticas-20101016150756
1 Você usa sacolas de algodão ou eco bag no supermercado ou na feira?

2Você usa sacolas plásticas do supermercado?

3 Você separa o lixo orgânico do lixo seco?

4 Você conhece qual tipo de lixo seco é reutilizável?

5 Você reutiliza recipientes de vidros para guardar alimentos na geladeira?

6 Você utiliza potes plásticos para guardar alimentos na geladeira?

 Você sabia de tudo isso?

Que maravilha!
Parabéns você merece a medalha de CONSUMIDOR SUSTENTÁVEL.

Vamos ficando por aqui.

Esperamos estar contribuindo com informações que vão transformá-lo num consumidor mais consciente.

Para nós da AmazôniaNutri quem se ama se cuida e quem se cuida se informa.

Até a próxima.

Fonte:
Fotos: Ecofriendly
https://metaphysicalperspective.com/2016/10/11/sustenable-development/
Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *