Peixe: de rio ou de mar faz bem à saúde. Você sabia?

Peixe: seja qual for a espécie; seja do mar ou do rio – sempre fará bem à saúde.

De norte a sul do Brasil, experimentamos diferentes tipos de receitas com as mais variadas espécies de peixes que, quando combinados com os temperos exóticos da nossa cultura, se transformam em pratos divinos, dignos de serem apreciados por pessoas de fino paladar.

Só na Amazônia – a maior bacia hidrográfica do mundo  com 25 mil quilômetros de águas navegáveis  – existem  três mil espécies de peixes.

Não é de admirar que existam 24 milhões de pessoas  se alimentando, praticamente, dos peixes que os afluentes e igarapés do Amazonas  doam.

Basta olhar para o tamanho dos peixes que existem por lá para entendermos o porque daquela terra  ser considerada  o celeiro do mundo.

Peixe pirarucu
Peixe Pirarucu.

Conseguimos as mais populares e apreciadas receitas do Amazonas feitas  com os peixes Pirarucu e Tucunaré – muito apreciadas pelos brasileiros e estrangeiros em geral.

O pirarucu é considerado um dos  maiores peixes do mundo. É ainda conhecido como o bacalhau brasileiro por causa de sua excelente carne.  Seu tamanho é, inacreditavelmente, grande. Pode atingir 2.10m de comprimento e chegar a  112kg de peso. É capaz de alimentar por dias uma só família ribeirinha do Amazonas.

O tucunaré é um peixe de escamas amarelas com faixas pretas. Possuem um tipo de mancha redonda na cauda. É bastante forte, rápido e agressivo. Não faz migração, tem hábitos diurnos e é muito sedentário. Chegam a medir entre 30cm e 01 metro de comprimento.

Mas vamos às receitas.

Peixe Pirarucu

pesca do pirarucu
Peixe Pirarucu: o bacalhau brasileiro

Receita de Pirarucu de casaca

prato pirarucu de casaca

 1kg de pirarucu seco

meia xícara de chá de azeite de oliva

cinco cebolas (2 picadas e 3 cortadas em rodelas)

três pimentões verdes(1 picado e 2 cortados em rodelas)

seis tomates (2 picadas e 4 cortadas em rodelas)

cinco colheres de sopa de cheiro-verde picado

duas colheres de sopa de coentro picado

sal e pimenta-do-reino

meio quilo de cará

meia xícara de óleo

seis bananas da terra cortadas em rodelas

100gr de azeitona verde sem caroço

duas xícaras e meia de chá de leite de coco

Modo de preparo:

Deixe o pirarucu de molho na água fria de um dia para o outro, trocando a água algumas vezes. No dia seguinte lave bem e coloque numa panela com água até cobri-lo.

Deixe ferver por alguns minutos e escorra. Retire a pele e as espinhas do peixe e desfie a carne.

Aqueça o óleo e refogue a cebola, o pimentão e o tomate picados. Acrescente o cheiro verde, o coentro, o sal e a pimenta-do-reino a gosto.

Junte o pirarucu desfiado e mexa bem. Reserve.

Cozinhe o cará, corte em fatias e tempere com sal. Aqueça o óleo e frite as rodelas de banana.

Monte o prato

No fundo de uma forma refratária, coloque uma camada de cará , uma camada com o pirarucu refogado e mais  uma camada com as rodelas de cebola, tomate e pimentão e azeitonas. Repita as camadas até terminarem os ingredientes.

Cubra com a banana frita e regue com o leite de coco. Leve ao fogo médio para assar até  dourar. Sirva com farinha de mandioca.

Peixe Tucunaré

tucunare

Receita Calderada de tucunaré

caldeirada-de-tucunare

quatro tucunarés médios

dois maços de cheiro-verde picados

três cebolas médias picadas (não muito miúda)

um pimentão picado (não muito miúdo)

três tomates médios picados (não muito miúdo)

dois maços de coentro picados

quatro dentes de alho amassados

cinco folhas de alfavaca picada

seis pimentas de cheiro (sem ardor) picadas

meio quilo de batatas descascadas e inteiras

seis ovos cozidos

azeite de oliva a gosto

suco de dois limões

sal a gosto

Modo de preparo

Escamar e lavar bem os peixes. Deixá-los de molho no suco de limão e sal. Refogar todos os temperos em azeite de oliva. Lavar o peixe para remover o excesso de limão e sal, e coloca-los numa panela junto com os temperos para uma rápida refogada.

Acrescentar água fervente até cobrir os peixes e deixar ferver até cozinhar com cuidado para não permitir que o peixe cozinhe demais.

Cozinhar as batatas e os ovos em separado e depois juntá-los a panela com os peixes.

Manter a panela, sempre, com bastante água para que se possa fazer o pirão.

Servir o pirão separadamente do peixe e demais ingredientes que estavam na panela.

 

Vamos ficando por aqui.

Bom apetite!

Obs: confira se você poderá encontrar todos os ingredientes naturais e orgânicos.

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *