Cosmético natural é muito melhor e mais saudável.

Cosmético natural é bem melhor para a saúde

Se você nunca pensou sobre  o que é cosmético natural, é melhor começar a  pensar. Atualmente a inserção  de produtos de higiene e beleza  naturais no comércio  tem atraído a atenção de consumidores(as) mais conscientes. Eles(as) estão preocupados não só com o que comem e vestem mas, principalmente, com aqueles produtos que realçam a beleza e trasmitem a sensação de limpeza e higiene .

Por isso saber  como é feito o cosmético tanto natural quanto o químico passou a ser muito importante por um simples motivo: quem se ama , se cuida e quem se cuida se informa.

 E isso só vamos conseguir  se vencermos um grande desafio:  ler e se conscientizar.

 

Diferença entre  cosmético natural e industrializado:

O coméstico natural é a base de moléculas que vem  da natureza. Ele nutri, fortalece e é completamente aborvido pelo organismo sem causar nenhuma reação e não entope nossos poros que são importantes canais de desintoxição.

O cosmético industrializado é completamente artificial produzido em laboratórios e tem como base o petróleo (petrolatum, vaselina, parafinum).

Não é facilmente assimilado pelo nosso organismo e obstrue nossos poros impedindo a liberação das toxinas realizadas pelo metabolismo.

Com o coméstico artificial é bem possível que estejam entrando mais toxinas e venenos na sua corrente sanguínea através da sua pele do que através dos alimentos que ingere.

Eles chegam a acumular  quase 2,5Kg de química no organismo por ano.

Produtos de higiene e beleza convencionais são cerca de 99% sintéticos que não contribuem em nada para a nutrição da pele, até prejudicam a saúde e poluem o ambiente.

Os quatro produtos químicos mais usados nos cosméticos:

O relatório do Envoyrment Group produz, periodicamente, a análise dos produtos cosméticos e beleza e analisa seus componentes.

Em 2007, em mais de 60% de 33 marcas de batons continham níveis surpreendentemente altos de chumbo.

  1. Parafenilenediamina (PPD) e tetrahidro-6-nitroquinoxalina (ambos cancerígenos e responsáveis por danos no material genético de animais);
  2. Alcatrão (presente em 71% das tinturas de cabelo; além de ser carcinogênico, mulheres expostas possuem 25% mais chance de desenvolver leucemia);
  3. Formaldeído ou formol (a legislação tem tentado bani-lo dos produtos para cabelos nos últimos anos, por ser um conservante ligado ao câncer, e à toxicidade para o sistema reprodutivo e o desenvolvimento fetal);
  4. DMDM Hidantoína ou dimetilhidantoína (outro conservante conhecido por sua toxicidade ao sistema nervoso que é banido em outros países, como o Japão).

Quer um conselho? leia  os rótulos.

,mulher lendo rotulo de cosmetico natural
Fonte: Caule Eco.lógicos

Não há outra forma de nos protegermos. Precisamos começar a ler rótulos. Se a letra é pequena, compre uma lupa e se você não conhece quais produtos são tóxicos, tenham à mão a lista de produtos químicos que não deveria estar descrita na embalagem do  produto que você quer comprar.

Os ingredientes desses químicos aparecem no rótulo conforme a proporção, ou seja, quanto mais no início, maior a quantidade e mais para o fim menor a quantidade! 

Aconselhamos ler o Guia de consumo de cosméticos saudáveis para as pessoas e para o planeta da Caule Eco-lógicos.

Falso cosmético natural

Mesmo nos produtos onde consta no rótulo: “natural” ou “orgânico”, podem existir componentes químicos sintéticos!!

  1. Maquiagem 100% mineral, a princípio deveria ser à base de minerais naturais, mas a maioria dos minerais utilizados nessas maquiagens são sintetizados em laboratório.
  2. Na composição de alguns produtos de higiene e beleza é possível encontrar ingredientes surpreendentes como cera de abelha sintética.
  3. É curioso constatar que 4 produtos tão distintos tem extamente a mesma fórmula com um ingrediente, no caso, óleo mineral: Óleo para bebê – Óleo secante para unhas – Óleo removedor pós-depilação – Óleo de uso oral para prisão do ventre
  4. Além de ler os rótulos, experimente na medida do possível se aproximar das empresas às quais dá a preferência do seu consumo.

Cosmético natural realça mais sua beleza .

Para isso precisamos responder melhor algumas perguntas:

O que é melhor? – Prevenir ou Remediar?
Que tipo de beleza eu cultivo? – Interior ou exterior?
Gosto de uma aparência natural ou artificial?

As respostas para essas perguntas serão melhor respondidas se soubermos identificar a diferença entre o produtos de higiene e beleza naturais e artificiais. Como eles  são produzidos e industrializados.

Esperamos ter ajudado na conscientização sobre produtos de higiene e beleza naturais. 

Para nós da AmazôniaNutri quem se ama se cuida e quem se cuida se informa.

Até a próxima.

Fonte:  http://www.caule.com.br/
Fonte:  http://www.ewg.org/skindeep/
Facebook Comments

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *